Sem tempo para despedidas

Acordei e encontrei com a minha mãe no corredor.Disse que meu esquilo da mongólia tinha morrido de manhã.Incrível como a ficha ,na hora,não caiu.Eu só consegui responder “Ah,que pena,eu gostava muito dela”.Chegar até a cozinha e não ouvir ela roendo rolinhos de papel,raspando a gaiola,ou mesmo mordendo-a.Também não vi a gaiola,acho que meu pai tirou de lá mais cedo.Não tive tempo para despedidas,ou para segurá-la uma última vez.Era tarde demais pra mim e pra ela,que já tinha 4 anos,o tempo máximo que ela vive.Espero,um dia,encontrar um bichinho assim;que mesmo sendo chato,”dando trabalho”,roendo tudo o que vê pela frente(inclusive roupas,papéis importantes e multas) e se estapeando com a sua companheira de gaiola(que também já se foi) nos preencha de alegria.

Obrigada por 4 anos de carinho Negui ^^”

Por hoje é só.E que as minhas palavras soltas voem por aí (;

Tags: , ,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: